Anac autoriza testes para deliverys feitos com drones

Anac autoriza testes para deliverys feitos com drones

Para realizar os voos experimentais, o operador da precisa seguir as regras previstas no Regulamento Brasileiro de Aviação Civil Especial

O drone desenvolvido e autorizado para operações de transporte de carga. A aeronave pode transportar produtos de até 2kg, com velocidade de 32km/h. Inicialmente, operações ocorrerão somente durante o dia e a uma distância máxima de 2,5 km do ponto de decolagem. – Foto: SpeedBird

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) emitiu à Speedbird o Certificado de Autorização de Voo Experimental (Cave) para que a empresa inicie  a entrega de produtos utilizando aeronaves não tripuladas. Esta é a primeira certificação do tipo emitida pela Agência e permite que o equipamento possa ser utilizado no serviço de delivery, por exemplo.

Em caráter experimental, a autorização é válida até agosto de 2021 e permite testes além da linha de visada visual (beyond visual line of sight – BVLOS), quando o operador não precisa ter contato visual para operar o drone.

Para realizar os voos experimentais, o operador da precisa seguir as regras previstas no Regulamento Brasileiro de Aviação Civil Especial (RBAC-E) nº 94, da Anac, e os normativos de tráfego aéreo, do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea).

Para o superintendente de Aeronavegabilidade da Anac, Roberto Honorato, a autorização concedida pela Agência traz uma importância muito significativa para o setor e para o desenvolvimento comercial de novas oportunidades de mercado. “Dentre as atividades que a sociedade espera para os drones explorarem, o delivery é uma das mais promissoras. Obter o Cave é uma etapa importante no processo de desenvolvimento do negócio, principalmente por ser de uma empresa brasileira”, destaca.

As entregas por drones apresentam grandes vantagens em relação às convencionais, especialmente de custo de operação e flexibilidade de rotas. Não são afetadas por fatores como trânsito e um operador pode controlar mais de uma aeronave ao mesmo tempo. Em outros países, são entregues produtos de farmácias, lojas de departamento e restaurantes.

Fonte: https://www.gov.br/pt-br/noticias/educacao-e-pesquisa/2020/08/anac-autoriza-testes-para-deliverys-feitos-com-drones

Deixe uma resposta